Etiquetas

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Com amostras

Boas Amigos,

Deixo aqui o resumo de algumas investidas de pescas que fiz com amostras e passagens pela maré na Ria Formosa, onde apesar de não serem nenhuns tarolos, já deu para matar as saudades do spinning e fazer uma pesca variada, onde destaco um sargo capturado com amostra, que para mim foi a primeira vez!


FILHO ÚNICO


ANCHOVITA POWER


PRONTAS PARA A PANELA


PETISCO


MAIS PETISCO


UMA SURPRESA AO SPINNING

Andava eu por ali na escuridão a tentar dar com um robalito, quando de repente sinto um peso... "Mas que raio..." Depois volta e meia sentia uns toques, "será um saco ou quê?", quando finalmente vejo o dentuças ali na areia com a fateixa cravada nos queixos...

Não sei se foi a recuperar que engatei nele por passagem ou se simplesmente se jogou... Só sei que veio para terra! lol


ROBALO COM PINTAS :)


 A MARÉ




Forte Abraço e Apertem com eles

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Céu chamuscado

Boas Amigos,

Uma saída ao surfcasting aqui pela zona, no aceio da manhã onde o céu se mostrou chamuscado, fez me despertar uma vontade de ir colocar as canas de molho e ver o que andava por lá!
Ao chegar de noite, ainda consegui enganar ali dois robalotes, com o dia a romper foram aparecendo uns sargos... Depois com o avançar da hora, vieram as bailitas e o sol também começou a romper as nuvens e assim dei por concluída a faina!

TOTAL DA FAINA


O mar tinha bom aspeto, mas... O peixe miúdo era muito!!!

BOA COR E SEM LIMO


Estas bailas, jogam-se com toda a força e volta e meia lá tenho que as devolver com um anzol...

ESTA LEVOU UM PERCING


Deu para passar um bom tempinho junto ao mar sem stresses e com algumas escamas à mistura, antes que os veraneantes chegassem em peso... lol




Forte Abraço e Apertem com eles



quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Quinta ilhada de 2019

Boas Amigos,

Mais uma ilhada, onde desta vez o peixe além de ser escasso era miúdo, mas com um pouco de paciência lá fui aproveitando uns dentuças...

Desta vez optei por uma ilhada, mais soft, já estava a ver mesmo o filme, pois esta zona de fácil acesso é mais batida por pescadores ilhados, da sub e mesmo de embarcações, só podia dar nisto, escassez de peixe... :)

Mas prontos uma pesca ilhada, para mim vale sempre a pena, pois toda a logística que envolve, é sempre um desafio diferente e uma forma de pescar muito ativa!

ACABADO DE SAIR DA TOCA


O MEU AQUÁRIO IA GANHANDO VIDA


TOTAL DA FAINA

Bem pelo menos, tive a captura de um peixe diferente do que costumo apanhar e que bom que ele é o bodião!!!


Entretanto num dia que tive que ir para aquelas bandas aproveitei a viagem para fazer um pouco de praia com a família, onde levei também uma dúzia de ralinhos congelados e a cana de chumbica... Então aproveitei ali na última hora da vazante, fui para uma ponta de pedra tentar ali um sargote ou outro, havia para lá uns pexecos mas só trouxe estes dois.

DEU PARA BRINCAR E PARA A JANTA!!!


Forte Abraço e Apertem com eles



quinta-feira, 11 de julho de 2019

Duas ilhadas de seguida

Boas Amigos,

No fim de semana passado aqui para o Sotavento o tempo não estava nada bom para ir fazer um pouco de praia, olhando para as condições vi que o tempo na Costa Vicentina estava muito melhor, ficou logo decidido, fazer uma praia com a família e aproveitar ali 2 horitas em cima de uma pedra para brincar com uns dentuças.

A isca de eleição foram os ralos, onde só foi necessário 50 para os dois dias pois o tempo de pesca ia ser curto e era só mesmo para ir matar o vício de molhar o cu e sentir ali uns toques na cana com umas banhocas à mistura!

No primeiro dia o peixe que consegui sentir era mais graúdo.

TOTAL DA FAINA NA 1ª ILHADA


EM AÇÃO DE PESCA


Já no segundo dia os maiores estavam mesmo manhosos e não consegui dar com eles, mas prontos ainda trouxe ali uns para a grelha à mistura com uns mexilhões XXL e umas belas choupas...

TOTAL DA FAINA NA 2ª ILHADA


EM AÇÃO DE PESCA


É uma maravilha poder conciliar este tipo de pesca e fazer um pouco de praia com a família neste cantinho da Costa Vicentina, pois continuam ainda a haver certos lugares que não se nota a mão do Homem, é aproveitar enquanto permanecem assim e tentar mudar mentalidades para assim continuarem para as futuras gerações!


Forte Abraço e Apertem com eles