Etiquetas

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Ao cair do pano

Boas Amigos,

Um dia em que o mar se apresentou com boas condições no PNSACV, como tinha ali umas borracheiras para gastar, agarrei no material e vamos lá ver no que vai dar. Pelo sim, pelo não, levei também a cana de spinning...
Por acaso este mar assim não é muito do meu agrado, mas há que tentar e procurar qualquer coisa, nunca se sabe quando pode haver surpresas! :)

Ao chegar ao local, ainda tive ali 2 dedos de conversa com o Pedro, onde chegámos à conclusão que a faina ia ser difícil!

Lá fui procurar um buraco onde desse com alguns peixes de jeito, mas infelizmente era só pequenada. Não me lembro de pescar naquela Costa e devolver ao mar mais de 20 robalos e bailas, a maior parte sem medida e apenas 3 ali a roçar os 36cm, que também foram devolvidos!
É bom sinal, significa que o ciclo de reprodução está forte, vamos lá ver se ninguém interrompe o longo percurso.

Bom o tempo passava e era sempre a mesma coisa, até que a maré encheu e decidi, arrumar as canas de surfcasting e ver se andava para lá algum robalo maiorzinho que quisesse as amostras!
Mas com as amostras nem os pequenos se jogavam... :)

Pensei para mim, visto que já bati isto tudo e não à sinal de peixe, vou tentar o outro spot que calhava a caminho de casa o tal que não se pode mandar as amostras para vários lados. :)
Felizmente depois de 1 horita a mandar peixinhos e já quando estava decidido a ir embora, porque as amostras já começavam a roçar nas pontas de pedra, lá consigo ferrar um robalo. Depois de tanto trabalhar a noite toda, em zonas diferentes à procura deles, lá dei com este perdido e assim safei a faina.

AO CAIR DO PANO LÁ DEI COM ESTE




Forte Abraço e Apertem com eles
 

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Ai estás a dormir

Boas Amigos

Nesta noite estava com vontade de ir fazer um surfcasting, pois há tanto tempo que não ia fazer esta modalidade que agarrei no material e bora, procurar qualquer coisa e destressar junto ao mar.

Bem destressar é sempre complicado, porque com estas obras de requalificação na N125, a nunca mais acabar e as que acabam voltam novamente e as que são definitivas, também deixam muito a desejar...

Bom voltando à pesca. A maré não era das melhores mas o mar tinha um toque engraçado e como estava com o vício e disponibilidade, levei 3 canas que é para andar sempre entretido... :)
Tinha em mente um buraco que já não ia há muito tempo e como a hora era tardia, pensei que não estivesse lá ninguém... Pensei mal... :(
O pior é que eram 2 e não ligavam a luz, enganaram-me bem...

Bom agora nesta escuridão aonde é que eu vou encontrar um cantinho decente para montar as canas? Não pensei muito e disse para mim, olha monto já aqui atrás que também já apanhei uns peixes engraçados, mas lá está com outras condições, não é só chegar e montar o material!

Montei 1 cana para ver como aquilo corria e até estava a trabalhar bem. Recolho a linha sem limo e dou logo ali com um sargote. Pensei epá o peixe anda ai... Pensei mal... :(
Vou logo montar mais duas canas com a Fé toda, mas de repente aquilo começou a pescar-se mal, começou a vir uma aguagem que nem conseguia fixar as pescas e depois corria para alguma ponta de pedra e pimba 3 chicotes perdidos. E eu a pensar venho aqui destressar, apanho o meu buraco com pessoal e ainda por cima não consigo pescar bem. Bom tentei aguentar por ali só com uma cana montada. Entretanto com este vaivém de material perdido o peixe desapareceu.

Entretanto o pesqueiro ficou com mais quota de água e lá consegui pescar com as 3 canas. Pensei, já que isto agora está tranquilo vou comer ali uma sandocas e relaxar um pouco...  Pensei mal... :(
Devo ter fechado os olhos uns 5 minutos. Quando os abro vou contar os starlight´s, 1,2, uaiii aonde está o 3?!? Já estou tramado...

Lá fui dar com cana e o carrete na babugem da onda e ainda tive que manivelar aquilo para sacar o robalo para fora.
Com menos uma cana e visto que o spot tinha sido mal escolhido, optei por me ir embora e assim fazia uma viagem mais tranquila na estrada.

DEU PARA MATAR O CHIBO


LINDO SERVIÇO
JÁ O LIMPEI MAS NUNCA FICA O MESMO


NO DIA ANTERIOR FUI AO 
PETISCO E ARRANJAR ISCA FRESCA




Forte Abraço e Apertem com Eles



quinta-feira, 1 de junho de 2017

Condições Adversas

Boas Amigos,

Tendo oportunidade para ir fazer uma ilhada lá agarrei na prancha amarela e bora atrás deles!
Liguei para o pessoal marafado & mata chibos, mas infelizmente não estavam disponíveis. Ainda fiquei um pouco apreensivo, porque o mar ainda iria ter uma boa embalagem e o vento SE de 40 km/h, iria ser um martírio para pescar e para voltar para Terra. Mas prontos lá me decidi em ir e pensei se não houver condições mínimas para ir molhar o cú, fico por ali num cantinho em Terra e vou ver pesqueiros.

Ao chegar à falésia, as minhas previsões confirmavam-se um mar manhoso e um vento terrível. Mesmo para descer a falésia com a prancha às costas desequilibrava, mas prontos lá vi ali um timing precioso que era possível com calma entrar na pedra e arrisquei.

Tendo os pés assentes na ilha ainda tentei apanhar uns percebes mas como a maré já enchia e o mar não era o ideal, eram poucos os percebes bons que conseguia alcançar.
Montei a cana e lá foi pingado uns sargos jeitosos. Muito difíceis de sentir e ferrar e alguns brutos que partiam tudo, mas a coisa ia se compondo.
Uma das vezes que o vento deu uma pequena sota, fui experimentar noutro buraco e de repente ferro uma dourada e que belas cabeçadas me deu e agora para a trazer para cima sozinho? Ou vai ou racha... :) Logo a seguir no mesmo buraco ferro outro bom peixe, que até pensei ser outra dourada, eram de seguida... Mas afinal era um belo de um matateu! :)

Com o ceirão já bem forrado decidi ir embora quando o mar deu ali uma pequena calmia e com muito esforço lá remei para Terra sempre com vento SE contra, que martírio...
Foi uma das ilhadas que mais gozo me deu em termos de pescado. Pois o mesmo foi de qualidade e foi necessário trabalhar bem a chumbica para os enganar.

TOTAL DA PESCA




Forte Abraço e Apertem com Eles


quinta-feira, 11 de maio de 2017

Uma de cada vez

Boas Amigos,

Não tem dado para ir explorar os pesqueiros que são mais do meu agrado, mas o vício mantém-se...
Assim, aproveito e opto por ir aqui perto tentar apanhar qualquer coisa, pelo menos só duas horitas, para não perder o jeito à coisa... Apanho ali uma dúzia de caranguejos e lingueirão e vai-se gerindo assim a coisa. As canas já andam montadas no carro, portanto é só esticá-las e iscar... :)

Uma das vezes, fui ali meter gasolina a Espanha, visto que a diferença são só 0,25€ por litro coisa pouca...:( Aproveitei e levei as duas canas para meter na água. Ao primeiro lançamento dei com esta dourada. Já tinha almoço não era preciso mais tempo... :)

UMA PARA O FORNO


Como não gosto muito de confusões tento sempre escolher um local com pouco movimento, é claro que os outros sítios são sempre mais quentes, mas já não tenho muita paciência e como por ali também dá para safar a coisa é uma questão de timining...
Não compreendo como certos pescadores principalmente espanhóis pescam com 4 e 5 canas, mas tudo bem quem sou eu para dizer alguma coisa...

PELO MENOS NÃO DÁ TRABALHO NENHUM


Outra vez, fui novamente, mas neste caso meter gasóleo, não compensa muito visto que a diferença é só de de 0,12€, mas como estava na reserva, aproveita-se e a receita foi a mesma, só que desta vez foi para o jantar... :)

UMA DOURADECA PARA O JANTAR 


É SÓ CHEGAR E TÁ ANDAR... :)


Aqui as raposas são uma atração turística... :)

QUERIAS UMA BURRA???


Uma das vezes também fui ali à RIA com o meu filho e meti as canas de molho, só que nos cantos que eu gosto estar sossegado há muita douradeca miúda, mas prontos ainda deu para aproveitar uma!

 ENQUANTO SE JOGA À BOLA 
VOLTA E MEIA LÁ VAI UMA MELHORZINHA


AS CANAS SÃO À MANEIRA...
NÃO É PRECISO MAIS... :)


Entretanto fui lá novamente, mas desta vez só em modo relax, nada de abastecimentos...:)
Depois de dar com um tamboril... :)



Lá consegui enganar mais uma douradeca para o jantar



Além de só ter aproveitado uma de cada vez, o saldo foi positivo e nunca se sabe às vezes pode haver surpresas XXL...
Infelizmente continuo a verificar, que o lixo nestes pesqueiros é uma constante, e não consigo entender. Existem caixotes do lixo logo ali e o pessoal tem o carro mesmo ao lado, como é possível, deixarem sacos, garrafas de vidro e plástico, material de pesca ali no chão e no meio das pedras, etc. É muito triste!!! Acho que podia haver uma maior fiscalização por partes das entidades competentes, visto não ser nada difícil o seu patrulhamento. Nem que seja só para tentar mudar mentalidades!!!


Forte Abraço e Apertem com Eles