Etiquetas

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Uma investida para matar saudades

Boas Amigos,

Como já se aperceberam há muito tempo não venho aqui publicar nenhuma das minhas fainas, pela razão muito simples, não tenho lá ido. As razões são muitas, mas a principal resume-se à falta de tempo. É claro que tenho sempre contacto com o mar ou neste caso aqui com a RIA FORMOSA, mais para fazer a maré, mas como ameijoas, lingueirão, conquilhas, canilhas, búzios, chocos, polvo, etc. o pessoal está farto de ver, nem vale a pena publicar fotos dessas capturas... :)

Bom voltando ao relato desta faina. Tendo um tempinho para ir esticar as linhas e como o mar deixava, pensei em levar duas canas para fazer um surfcasting na esperança de dar com algum peixe jeitoso, além de que em termos de motivação estava muito em baixo, pois nesta altura do ano é complicado dar com alguma coisa de jeito, mas pelo menos ia matar saudades destes pesqueiros que adoro pescar! Levei também o material da ilhada, pois assim aproveito a viagem para fazer dois tipos de pesca que adoro e principalmente esta última só é possível nesta zona!


MARAVILHA


O SPOT

Durante a noite não há muito a contar, o limo tinha que vir chatear um pouco e pexecos foram mais que muitos e todos devolvidos, inclusive até uma ferreirita no final do dia.


LOGO TE ENCONTRO...


Andava eu por ali a tirar o limo das linhas quando vou ao ceirão que tinha ficado a meio da praia e encontro o mesmo tombado com tudo revoltado... Prontos já está, raio da raposa... Por acaso neste pesqueiro nunca tive chatices com raposas, mas nesta noite uma malandra mamou a janta o que vale é que já tinha comido mais de metade e a água era pesada... Porque mais um pouco levava o material de pesca...

A DESGRAÇADA SUBIU BEM A ARRIBA
 QUEM DESCOBRE ONDE ESTÁ?!? :)


Como os pexecos continuavam e o limo também mudei para outro spot, ali a cerca de 200m, e por ai pelo menos não havia limo, mas prontos as condições morfológicas não eram as melhores e ai nem os pexecos vinham! Deu a maré cheia, preferi ir dormir para depois ir atacar a ilha no dia a seguir...


Na hora combinada já estava à espera do Paulo, onde nas calminhas fomos até à ilha apanhar um marisco...

BELOS


Os peixes entraram muito tarde no pesqueiro e eram poucos, mas também de qualidade. Eu lá consegui ferrar uns quantos. Mas estavam muito manhosos era preciso trabalhar muito para dar com eles, andar a saltar de um lado para o outro, enganar eles com a chumbica... Ás tantas com uns quantos bons que perdi e outros de baixa qualidade e com o saltar de pedra em pedra preferi arrumar a trouxa, vi logo que hoje não era o meu dia... lol

EM AÇÃO DE  PESCA


O conjunto da maratona não foi daquelas de encher o olho. Mas também não fui muito com esses objectivo. Pois ia mais naquela de passar um bom bocado ao pé do mar e com boa companhia!


ALGUNS QUE POUSARAM PARA A FOTO



Forte Abraço e Apertem com eles




Sem comentários:

Enviar um comentário